sábado, 5 de maio de 2012

Anjo

O minha primeira palavra foi o teu nome
e o meu primeiro amor foste tu, fada madrinha
e hoje chamar-te é o que mais me custa prenunciar.
Sinto uma imensa saudade de mergulhar no teu mar azul ciano
e de aprender a bailar, junto dos teus braços protetores,
agora toda a memória do teu mar escorre pelos meus olhos.
Não compreendo porque te foste embora.
Disseram-me que já viveste tudo o que tinhas para viver,
mas eu discordo, tu merecias viver para sempre.
Imortalizo-te, então, no meu coração.
Tu foste uma mãe, a minha melhor amiga
e continuarás a sê-lo porém numa aparência de um anjo,
um anjo que nunca desistiu de me proteger.
Sei que me observas do céu e eu comunico contigo através das estelas,
nunca te esquecerei, prometo.
Tenho imensas saudades tuas :s


ps. Texto dedicado a todos as pessoas que marcaram a nossa vida e que foram muito importantes
para nós em vida e que de momento estão no céu a cuidar da mesma forma de nós.

8 comentários: