domingo, 3 de novembro de 2013

Haverá andorinhas brancas à chuva?

As minhas pálpebras começam a pesar de tão enrugadas, os meus olhos queimam de tão secos, o meu corpo treme de tão assustado, meu coração escorrega-me pelo peito até ao chão de tão pouco seguro estar... Já não me lembrava de como era me sentir assim. 
Sozinha. 
Não estou a sofrer pela a Primavera ter acabado mas porque o Verão nunca irá chegar. 
O que tenho? O que há em mim e que ninguém gosta?
Do que todos fogem? Porque ninguém fica para ver o meu retrato acabado?
Poderei eu culpar o artista quando ele não faz uma obra perfeita mas simplesmente proteja o que realmente sou?
Não, apenas me poderei culpar a mim por aquilo que sou, o retrato escondido de Dorian Gray*.

*referência à obra "O retrato de Dorian Grey"

2 comentários:

  1. Adoro esse livro/filme - Luís Castro

    ResponderEliminar
  2. Já vi o filme e estou a ler o livro... São realmente fantásticos (:

    ResponderEliminar